Aboboreira Gigante e o Limoeiro Discreto

Mariano B. Marques

Não me importa se você acredita ou não. Aliás, acho que você não vai acreditar. Mas eu vi, e por isso vou contar. Porém, se você resolver ler a minha história, não precisa sair contando por aí se pensa que estou inventando. Na verdade, se eu fosse o leitor, acho que pensaria o mesmo que você vai pensar. Afinal, tem tanta gente procurando o que fazer com o tempo…E pra não jogá-lo totalmente fora, começa a inventar coisa. Claro, não é o meu caso.

Foi lá na Chácara da Vida, num final de semana. Olhei de longe e fui atraído pela beleza de suas folhas verdes belíssimas, de talos altos e diâmetro enorme. Curioso, me aproximo para ver de perto. Incrível!…Olha, sou roceiro, filho de roceiro e neto de roceiro. Nasci e me criei  na roça. E já vi muita aboboreira na vida. Algumas, enormes. Mas, igual àquela…nunca! A ramagem incrivelmente longa se estendia pelo solo cobrindo uma área grande o suficiente para  estacionar três ônibus!…Eu  não disse que você não ia acreditar?! Não faz mal. Bem… admito estar exagerando, mas só um pouco.

Não perdi tempo, comecei a passear por dentro da planta gigante. Que sensação gostosa esse contato direto com os prodígios na Natureza! E como você também faria, comecei a procurar abóboras! Pelo esplendor da folhagem e  comprimento imenso das ramas,  imaginei seus frutos lindos e abundantes. Então me pus a andar bem devagar abrindo as folhas-régias em busca de frutos. Era a época certa de os ter. Como as folhas quase não me deixavam ver o chão, fiz uma outra busca, mais cuidadosa, na esperança de achar algum. E foi aí que tive a surpresa das surpresas: só folha!… muita folha! Aparência pra impressionar qualquer um. Então pensei: Para o que servem  aboboreiras gigantes que não dão abóboras? Servem pra…bem…talvez para as pessoas admirarem ou…sei lá….quem sabe, para serem rainhas! É, é isso aí: rainhas das curcubitáceas! As aboboreiras pertencem a essa família de plantas rasteiras.  Então fui conversar com o dono da chácara.

-“Seu” Paulo, nunca vi uma aboboreira daquele tamanho! Nunca mesmo! Mas não achei nenhuma abóbora!…

O experiente agricultor, encolhendo os músculos da face, quase fechando os olhos voltados para a aboboreira,  respondeu sem esconder a frustração:

– É… ela só cresce, cresce, dá muita folha, muita rama, até flor, mas não dá abóbora! É o contrário daquele limoeiro acolá….”

Virei-me e olhei na direção que ele apontava procurando o limoeiro. Mas não consegui ver na primeira olhada. Então perguntei:

– Qual limoeiro? Ele disse:

– Aquele lá.

Então, focando melhor na direção apontada,  pude vê-lo. Eu já havia passado por ali sem notá-lo. Fomos  olhar de perto. Porte modesto e aparência discreta, porém carregado de frutos, centenas deles: grandes, pequenos e uns ainda menores. E as folhas…ah, essas só depois fui perceber, pois não chamavam a atenção, embora abundantes, pequenas,  e de  verdor vigoroso.

– Dá fruto o ano todo – disse “seu” Paulo.

Em seguida, voltamos à casa e continuamos a conversar sobre agricultura. Tudo o que ele falava me parecia interessante. Então perguntei:

– Seu Paulo, para que servem aboboreiras gigantes que não dão frutos?

– Ocupar a terra e atrapalhar as outras plantas – respondeu.

-E o que o senhor vai fazer com ela? – perguntei. É tão bonita de ver!…

-Cortar, esperar secar, e tocar fogo, né!… Não dá fruto…

Mal fechou a boca,  um garotinho de aproximadamente cinco anos de idade, que brincava ao lado,  perguntou:

-E o senhor vai cortar o pé de limão também, pai?

– O pé de limão, não, meu fio. Árvore que dá fruto não pode cortar – respondeu.

Dirigindo de volta para casa, eu ruminava tudo aquilo que havia visto e conversado na Chácara da Vida enquanto mantinha olhos e mente atentos na estrada quase vazia. E me perguntava em pensamento:

– Sendo minha vida uma chácara e Deus e dono dela, o que sou: a aboboreira ou o limoeiro?

E ainda estou pensando nisso. E você, o que é na chácara de Deus?

Licença Creative Commons

Aboboreira Gigante e o Limoeiro de Mariano Barroso Marques é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.
Publicado em  www.marianobmarques.wordpress.com.

2 respostas em “Aboboreira Gigante e o Limoeiro Discreto

  1. Excelente Post!
    É realmente necessário sermos o limoeiro na chácara de Deus, senão, o nosso fim será o mesmo da aboboreira ou o da figureira de Marcos cap.11.
    Parabéns Pr. Mariano, pelo Blog. Muito edificante mesmo.
    Que Deus continue te usando para glória do Seu Reino.
    Grande abraço,
    Cleosmar.

Os comentários estão desativados.