Aboboreira Gigante e o Limoeiro Discreto

Mariano B. Marques

Não me importa se você acredita ou não. Aliás, acho que você não vai acreditar. Mas eu vi, e por isso vou contar. Porém, se você resolver ler a minha história, não precisa sair contando por aí se pensa que estou inventando. Na verdade, se eu fosse o leitor, acho que pensaria o mesmo que você vai pensar. Afinal, tem tanta gente procurando o que fazer com o tempo…E pra não jogá-lo totalmente fora, começa a inventar coisa. Claro, não é o meu caso.

Foi lá na Chácara da Vida, num final de semana. Olhei de longe e fui atraído pela beleza de suas folhas verdes belíssimas, de talos altos e diâmetro enorme. Curioso, me aproximo para ver de perto. Incrível!…Olha, sou roceiro, filho de roceiro e neto de roceiro. Nasci e me criei  na roça. E já vi muita aboboreira na vida. Algumas, enormes. Mas, igual àquela…nunca! A ramagem incrivelmente longa se estendia pelo solo cobrindo uma área grande o suficiente para  estacionar três ônibus!…Eu  não disse que você não ia acreditar?! Não faz mal. Bem… admito estar exagerando, mas só um pouco.

Não perdi tempo, comecei a passear por dentro da planta gigante. Que sensação gostosa esse contato direto com os prodígios na Natureza! E como você também faria, comecei a procurar abóboras! Pelo esplendor da folhagem e  comprimento imenso das ramas,  imaginei seus frutos lindos e abundantes. Então me pus a andar bem devagar abrindo as folhas-régias em busca de frutos. Era a época certa de os ter. Como as folhas quase não me deixavam ver o chão, fiz uma outra busca, mais cuidadosa, na esperança de achar algum. E foi aí que tive a surpresa das surpresas: só folha!… muita folha! Aparência pra impressionar qualquer um. Então pensei: Para o que servem  aboboreiras gigantes que não dão abóboras? Servem pra…bem…talvez para as pessoas admirarem ou…sei lá….quem sabe, para serem rainhas! É, é isso aí: rainhas das curcubitáceas! As aboboreiras pertencem a essa família de plantas rasteiras.  Então fui conversar com o dono da chácara.

-“Seu” Paulo, nunca vi uma aboboreira daquele tamanho! Nunca mesmo! Mas não achei nenhuma abóbora!…

O experiente agricultor, encolhendo os músculos da face, quase fechando os olhos voltados para a aboboreira,  respondeu sem esconder a frustração:

– É… ela só cresce, cresce, dá muita folha, muita rama, até flor, mas não dá abóbora! É o contrário daquele limoeiro acolá….”

Virei-me e olhei na direção que ele apontava procurando o limoeiro. Mas não consegui ver na primeira olhada. Então perguntei:

– Qual limoeiro? Ele disse:

– Aquele lá.

Então, focando melhor na direção apontada,  pude vê-lo. Eu já havia passado por ali sem notá-lo. Fomos  olhar de perto. Porte modesto e aparência discreta, porém carregado de frutos, centenas deles: grandes, pequenos e uns ainda menores. E as folhas…ah, essas só depois fui perceber, pois não chamavam a atenção, embora abundantes, pequenas,  e de  verdor vigoroso.

– Dá fruto o ano todo – disse “seu” Paulo.

Em seguida, voltamos à casa e continuamos a conversar sobre agricultura. Tudo o que ele falava me parecia interessante. Então perguntei:

– Seu Paulo, para que servem aboboreiras gigantes que não dão frutos?

– Ocupar a terra e atrapalhar as outras plantas – respondeu.

-E o que o senhor vai fazer com ela? – perguntei. É tão bonita de ver!…

-Cortar, esperar secar, e tocar fogo, né!… Não dá fruto…

Mal fechou a boca,  um garotinho de aproximadamente cinco anos de idade, que brincava ao lado,  perguntou:

-E o senhor vai cortar o pé de limão também, pai?

– O pé de limão, não, meu fio. Árvore que dá fruto não pode cortar – respondeu.

Dirigindo de volta para casa, eu ruminava tudo aquilo que havia visto e conversado na Chácara da Vida enquanto mantinha olhos e mente atentos na estrada quase vazia. E me perguntava em pensamento:

– Sendo minha vida uma chácara e Deus e dono dela, o que sou: a aboboreira ou o limoeiro?

E ainda estou pensando nisso. E você, o que é na chácara de Deus?

Licença Creative Commons

Aboboreira Gigante e o Limoeiro de Mariano Barroso Marques é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.
Publicado em  www.marianobmarques.wordpress.com.

Anúncios

2 respostas em “Aboboreira Gigante e o Limoeiro Discreto

  1. Excelente Post!
    É realmente necessário sermos o limoeiro na chácara de Deus, senão, o nosso fim será o mesmo da aboboreira ou o da figureira de Marcos cap.11.
    Parabéns Pr. Mariano, pelo Blog. Muito edificante mesmo.
    Que Deus continue te usando para glória do Seu Reino.
    Grande abraço,
    Cleosmar.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s