QUAL O NOSSO FRUTO?

Mariano B. Marques

“…toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo”

(Mateus, 3.10).

Logo que você atravessava o canavial, lá estavam as velhas e altas mangueiras servindo de guarda-sol para o pequeno riacho que regava  suas raízes o ano todo.

 Lá em cima, na ponta dos galhos das copas frondosas, os periquitos, com sua plumagem verde e gritos estridentes, faziam a festa  se deliciando com as polpas macias cortadas por seus biquinhos agudos. Chegavam e saíam em bandos esvoaçantes para o delicioso cardápio. Mas muitas mangas caiam durante a noite, e eram sempre uma pequena e doce alegria para quem as achava.

E quando eu estava debaixo de uma mangueira carregada de frutos, a única coisa que eu esperava ver era manga – porque é isso o que mangueiras dão. Mas, o que me impressionou na última vez que visitei os Morrinhos, quarenta anos depois, é que quase tudo havia mudado, exceto aquelas mangueiras. Elas ainda estão lá até hoje! E por quê? Porque dão frutos e os seus frutos são bons. Por isso nunca foram cortadas, embora quase todas as outras árvores do lugar o tenham sido.

Jesus disse que toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo.  E a única razão de o ser é o fato de  os seus frutos serem ruins. Veja bem, não só cortada, mas, também, lançada ao fogo! E quando fala “toda”, quer dizer que  não há exceção.

No ensino de Jesus, fruto fala  do que somos no íntimo, e também das nossas ações.  Precisamos, portanto, examinar honestamente o que está lá no fundo do nosso coração. E o Espírito Santo nos capacita a fazer isso e a termos o discernimento das nossas verdadeiras motivações, dos nossos sentimentos mais profundos. Para Deus, a nossa essência é o que somos no íntimo.

A maneira mais segura de discernir o que está no nosso íntimo é ter coragem de olhar para dentro de nós e ver de frente nossas  motivações ocultas, nossos pecados secretos.  São elas a força invisível que nos impulsiona quanto ao que fazemos e somos.

Na vida cristã autêntica, o  bom fruto é próprio de uma vida inundada pela graça de Deus. É natural, espontâneo!

É o Espírito Santo quem produz o bom fruto em nós. Porém, temos papel ativo – e não passivo, como muitos pensam – nesse processo.

 Você quer o  fruto do Espírito em você? Quer mesmo? Bem, se quer de verdade, o apóstolo Paulo  dá a receita: Encha-se do Espírito Santo” (Gálatas, 5.18).

Você percebeu? O texto diz “encha-se”. Isso quer dizer que a iniciativa é sua. A decisão é sua. Significa  que encher-se do Espírito Santo está ao seu alcance. E também que ser cheio do Espírito Santo é para quem quer de verdade. E isso implica busca contínua, santificação, obediência a Deus à luz da Palavra dele.

O nosso fruto deve ser o fruto do Espírito. E o fruto do Espírito Santo em nós é multifacetado, delicioso, maravilhoso, glorioso. “Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade,  bondade, domínio próprio” (Gálatas, 5.22).

Comece hoje mesmo a pedir a Deus, todos os dias, o amor dele em você. E  na medida em que o Espírito Santo for produzindo o amor de Deus em você, esse amor se refletirá nas suas palavras, atitudes e ações. Ele  fluirá, de dentro para fora, em direção às outras pessoas, mesmo aquelas que não gostam de você ou ofenderam você. Faça esse mesmo processo em relação a alegria, paz, longanimidade, etc. E atenção, esse processo geralmente é lento. Mas prossiga. Os resultados são gloriosos em nossa vida. Vale a pena.

Deus abençoe você.

 Fonte da imagem:  www.sobasombradasarvores.wordpress.com

20 respostas em “QUAL O NOSSO FRUTO?

  1. Que texto maravilhoso!conheço muito bem esse sete…
    porque é um filme para min.

  2. Você sempre usado por Deus para nos trazer belíssimas mensagens, dessa vez vc foi muito fundo, tocou na minha infância, conheço os lugares a que se referiu. Jesus te ama e eu taambém. Um abração.

    • Eu também, Josué, fui à minha infância nesse texto. E as imagens estão tão vivas em minha mente. Então, voltamos juntos à nossa infância. E melhor de tudo, tirando lições divinas para a nossa vida, não é? Abração.

  3. Maravilhosa Palavra,caro Pr Mariano Marques!! DEUS continue te inspirando neste importante mister!!! Cá de PORTUGAL vamos usufruindo de vossa sapiência. Abraço.

  4. Olá, Mariano.
    Sempre escrevendo coisas que gostamos de ler e que nos edifica.
    Parabéns e que Deus continue te abençoando, sempre.
    Grande abraço e estou com saudades de Vcs.

  5. Primeiramente agradeço a Deus por você existir em minha geração. Mariano, como você voltei ao meu tempo de criança lá em Itapaci-GO. Nossa casinha de adobe sem reboco ficava ao lado de cinco pés de manga bem frondosos onde brincávamos de balanço o dia inteiro, com o laço feito de couro do meu querido avô Evaristo. Como muito bem exemplificado precisamos ser como estas árvores que dão frutos bons e não são cortadas e lançadas ao fogo. Temos que nos entregar por inteiro ao Espírito Santo, para que possamos produzir frutos para nosso amado Jesus.

    • Muito boas, Gontgio, essas lembranas gostosas do nosso passado. Concordo com voc. E obrigado pelo comentrio. Mariano.

      Em 26 de abril de 2013 12:13, Mariano B. Marques

  6. Amado!
    Eu fiquei extasiada ao lê esta mensagem!
    O Espírito Santo promove dentro de nós mudanças a cada dia se permitirmos.Ele nos chamou para dar frutos e esse fruto permaneça, ou seja, ele pode ocorrer de não permanecer. As nossas atitudes interferem neste processo.
    Mas o Senhor Jesus é o símbolo do amor.

  7. Obrigada pelos reminders of the fruits of the Spirit.Superb!!!!!
    Love to you/family.

  8. Mariano….que saudade de vc e da Elda!!!!
    Que reflexão maravilhosa!!!
    O Espírito Santo já vinha ministrando na minha vida sobre este tema “Mt 3.10″…..esse texto veio como um arremate extremamente edificante e poderoso pra mim….
    Que Deus abençoe vc e continue te usando para glória Dele.
    Um abraço pra vc… pra Elda e pra Ir. Enedina…..vcs são muito queridas.
    Fique com Deus.

  9. Como tantos outros textos seus, este está belissímo, profundo e uma delicia ler.
    Dágma

Os comentários estão desativados.