TRECHOS DO LIVRO O SOL ESTÁ SEMPRE BRILHANDO

Lsol brilhando através de nuvens Foto gratuita

CAPÍTULO 4 – PRECISAMOS PENSAR POR NÓS PRÓPRIOS

Existem aqueles que pensam por si próprios, e assumem esse risco; outros, acham mais   cômodo e mais seguro pensar com a cabeça de outras pessoas e, assim, não correr nenhum risco.

 Embora na condição de escravo e de homem submisso às autoridades, Neemias, oficial no palácio do rei persa Artaxerxes;  era livre para ser ele próprio, sem máscaras. Por isso, ele podia exercer livremente o dom divino da liberdade de pensar, de sonhar. E pensar com a sua própria cabeça. Assim,  Neemias se resignava com a sua condição de escravo, porém sonhava com o bem-estar do remanescente do seu povo em Jerusalém. Sonhava com a liberdade do seu povo.

Os bons líderes estão sempre abertos para aprender com todos e em todas as situações, porém pensam por si próprios e são capazes de defender suas opiniões. São firmes, porém flexíveis quando necessário. Valorizam a opinião das outras pessoas e se enriquecem com elas, porém sabem Continuar lendo

TRECHOS DO LIVRO O SOL ESTÁ SEMPRE BRILHANDO

sol brilhando através de nuvens Foto gratuita

CAPÍTULO 2– PRECISAMOS SER NÓS PRÓPRIOS

 A única pessoa no mundo que você consegue ser é você.

 Uma das experiências humanas mais libertadoras é conceder a nós próprios a dádiva de ser quem realmente somos.

Quando somos autênticos, somos também transparentes e não sentimos a necessidade opressora de ocultar as nossas fragilidades das outras pessoas. Não estamos preocupados em passar uma autoimagem sempre positiva. O nosso desejo maior é sermos autênticos e  transparentes perante Deus, nós e os outros.

Geralmente valorizarmos mais a nossa imagem do que o nosso ser real. E nos tornamos reféns dessa imagem. Fazer isso é abrir mão da liberdade sagrada de ser o que Deus deseja que sejamos. É preferir a ficção à realidade. É optar pelo cárcere privado da mentira.

É essa verdade sobre o que somos em Deus que nos liberta de nós próprios e Continuar lendo

BRIGA NA CACIMBA

Resultado de imagem para cacimbas nordestinas

Mariano B. Marques

 Eu, oito anos de idade.

Minha família e eu  morávamos num pequeno lugarejo incrustado no meio da mata, no  Sul do Maranhão, Nordeste do Brasil.

Carros? Só quando um caminhão esporádico passava na estrada de areia cortando o povoado. Aí todo mundo corria para ver o ilustre visitante sobre rodas. A garotada se divertia correndo atrás e engolindo poeira. E eu gostava do cheiro da gasolina.

Avião? Sim, no céu azul distante, tão alto que mais  parecia um pássaro prateado. Mas, curioso!… eu pensava que um dia viajaria Continuar lendo